Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Renan Santos é um jovem de 25 anos e hoje é um grande poeta e escritor

160

Renan Santos é um jovem de 25 anos e hoje é um grande poeta e escritor . Mas por detrás de tamanho trabalho, existiu uma historia por destras.

Nascido em Criciuma Santa Catarina, Renan sempre foi uma pessoa que trabalhou e procurou evolução. Sua mãe Luciana Souza sempre o incentivou a ler e o presenteava constantemente com livros, gibis porém se afastou para formar gangs onde aos 14 anos , perdeu muitos amigos que o incentivavam a fazer um projeto para ajuidar muitas outras crianças a mudar de vida através da arte. Aos 15 anos ingressou n o mercado de construção para ganhar seu próprio dinheiro , mas sempre sonhou em mudar de vida. Compositor de músicas de rap desde os 10 anos de idade, compunha com frequência algo que vivesse ou presenciava, porém não era tão simples assim: “enterrei algumas por vergonha de alguém ler, sonhei em ser rapper, na escola adorava ler e escrever nas aulas de literatura, viaja nos conteúdos e escrevia algumas histórias em casa”- Diz Renan ao se lembrar da infância .


O poeta diz ter algumas inspirações como Raul Seixas e de suas idéias sobre a sociedade, universo, existencialismo, sua filosofia de vida Raul seixista.
Aos 18 anos serviu ao exército, onde foi preso por dez dias, onde foi flagrado à usar cigarros nomeados a droga e ali, dentro da sela, voltou a ler para passar o tempo e retornou a escrever, e com o tempo o sonho de escritor foi crescendo e a vontade de publicar suas histórias e poemas.


Após todo esse caos,se aperfeiçoou com um curso de jornadas xamanicas e terapia em access, para se entender espiritualmente, e citou ter uma linhagem de mediuns muito boa, desde sua tararavó ,passando a bisavó e até mesmo minha prima de segundo grau, onde alega conversar com ela mesmo após seu falecimento.


Dessa forma veio sua primeira obra Somos todo Universo sem verso que foi todo baseado em suas histórias “foi muito fácil externar em versos e textos tudo aquilo que vivi e presenciei!”- Diz o escritor .


Sua professora de literatura Mônica Alves, o comparou aos Poetas Marginais de 70, Paulo Leminsk, Chacal, que viveram a desigualdade social e escreviam as margens da sociedade naquela época. Isso tudo o inspirou vender suas poesias e livros pelas ruas ,e também viajar pelo mundo vivendo da sua arte e conhecendo mais pessoas para se inspirar e escrever mais poemas e historias.
Pela trajetória de Renan podemos perceber que o jovem não desiste fácil e tem garra para alcançar ainda mais o sucesso, quando o quesito é ajudar os demais. Será Renan Santos a nova geração seguida de Paulo Coelho?

Comentários estão fechados.

Follow by Email
Instagram
Fale conosco