Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Em Cima da Hora anuncia rainha de bateria latina para o próximo Carnaval

17

Campeã mundial de salsa e apaixonada por Carnaval, a nicaraguense Tânia Daley chega para assumir o posto de rainha de bateria da Em Cima da Hora. A escola, que retorna à Marquês de Sapucaí para o próximo Carnaval, trará todo gingado para a bateria Sintonia de Cavalcanti, dos Mestres Átila Gomes e Wando Antunes.

Após realizar o seu sonho de estrear na Avenida no Carnaval de 2020, através de Egili Oliveira, quando desfilou pela Viradouro e também pela Vigário Geral, como rainha da escola, a rainha da salsa se apaixonou de vez pela festa.

“Não sei explicar como me sinto quando escuto a bateria de uma escola de samba. Parece realmente que meu coração vai sair do corpo. É impossível ficar parada com tanto ritmo e olha que eu estou acostumadíssima com competições, mas acho que a magia do Carnaval carioca não tem igual”, contou a dançarina, que mora em New Orleans e tem uma escola de danças em Chicago, nos Estados Unidos, com um grupo de samba.

O gingado que mistura salsa e samba chamaram atenção da mídia e também da diretoria da Em Cima da Hora, rendendo o convite para estrear à frente dos ritmistas da azul e branca: “Eu realmente ainda não consigo acreditar que vou realizar meu grande sonho de desfilar à frente de uma bateria. Quando recebi a proposta da presidência fiquei sem dormir uns dois dias pensando se aquilo era real mesmo. Adoro desafios e agora tenho um motivo a mais para treinar muito o samba no pé e fazer com que a comunidade do bairro de Cavalcanti tenha orgulho de mim”.

Para o próximo Carnaval, a Em Cima da Hora vai trazer o suburbano enredo “33 – Destino Dom Pedro II”, na reedição do samba-enredo originalmente apresentado em 1984, que será desenvolvido pelo carnavalesco Marco Antonio Falleiros.

Comentários estão fechados.

Follow by Email
Instagram
Fale conosco