Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Após plenária na Liesa, ensaios técnicos seguem indefinidos e decisão sai até sexta-feira

226

A expectativa de que a confirmação dos ensaios técnicos para o Carnaval 2019 sairia nesta quarta-feira (6) foi por água abaixo. Isso porque a reunião plenária na sede da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), com representantes das agremiações do Grupo Especial, terminou sem uma definição sobre o assunto.

Em entrevista coletiva ao final da reunião, o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, afirmou que o problema segue sendo a falta de recursos, mas deixou claro que a resposta final será dada até a próxima sexta-feira (8), prazo limite para a Liga deliberar, junto das escolas, a realização ou não do evento pré-carnavalesco.

“Dependemos ainda da questão de patrocínio. Nós estamos buscando. Nas próximas 24 ou 48 horas teremos essa definição. Já sentamos com as escolas para elaborarmos uma ideia do que fazer e buscarmos soluções, levando em consideração o apoio da Riotur com a prefeitura, do Governo do Estado, via Lei de ICMS, e da verba que já conseguimos via Lei Rouanet”, disse Castanheira.

Caso não venha a verba necessária para a viabilização dos treinos no Sambódromo, a folia carioca ficará sem o evento pelo segundo ano consecutivo.

“Não está descartado. Estamos com bastante esperança de conseguirmos resolver nas próximas horas. O limite de tempo é o patrocínio. Se ele vier, faremos os ensaios, mas não temos plano B. Se não vier o patrocínio, não faremos. Além disso, temos alguns trâmites burocráticos por conta de alteração na legislação da lei”, justificou o presidente.

Liga tem calendário pronto e escolas escolherão se vão ou não ensaiar

A demora pelo acerto da verba e confirmação dos treinos pode atrapalhar o calendário elaborado pela Liesa, junto das escolas, para os treinos na Sapucaí. O primeiro seria realizado neste domingo (10). Contudo, caso a viabilização dos ensaios não saia em tempo hábil, os treinos poderão ficar somente para o final de semana seguinte.

Outra questão em pauta é a responsabilidade de cada escola em decidir se realizará ou não o ensaio na passarela. A possibilidade de apenas algumas agremiações do Especial participarem do evento é devido ao tempo suficiente que as escolas não terão para se preparar. Além disso, os gastos com o treino na pista podem fazer falta no projeto de Carnaval.

Dessa forma, uma vez confirmados os ensaios, caberá a cada uma das agremiações decidir se comparecerá ou não para o teste na Marquês de Sapucaí.

 

Comentários estão fechados.

Follow by Email
Instagram
Fale conosco