Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Império Serrano – O que é, o que é?

216

Império Serrano abre o primeiro dia dos desfiles do Grupo Especial

Neste ano de 2019, a escola de samba Império Serrano vai levar para a avenida um enredo que fala sobre o mistério da vida. E esta mística será contada através da música de Gonzaguinha – “O que é o que é?” E a música, transformada em samba enredo, será o hino para embalar os componentes da verde e branco, do morro da Serrinha.
Música lançada em 1982, mesmo ano do último campeonato do Império Serrano, esse foi um dos grandes sucessos do cantor e compositor Luiz Gonzaga Junior, o Gonzaguinha, morto em 1991, em consequência de um acidente de carro no Paraná. Para o carnavalesco Paulo Menezes, a ideia de transformar “O que é o que é?” em samba-enredo já estava há muitos anos em seus planos, que só pode ser posta em prática, neste ano quando retorna à escola da Serrinha, onde assinou o desfile de 2006.
Com a música de Gonzaguinha, Paulo Menezes e toda a escola sofreram pesadas críticas, pelo ineditismo da ideia e pelo fato de que não houve concurso de samba, no Império Serrano, tido como um celeiro de bambas como Silas de Oliveira, Mano Décio da Viola, Dona Ivone Lara, Aluísio Machado, Beto Sem Braço e tantos outros bambas.

A escola da Serrinha apresentou problemas em seu desfile. Além de alas faltando partes da fantasia, as alegorias estavam pequenas para um desfile do Grupo Especial. Com certeza, a agremiação será penalizada em alguns quesitos.
Tirando os problemas, o ponto alto do desfile, talvez, tenha sido a apresentação do primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira – Diogo Jesus e Verônica Lima que, na frente dos módulos dos julgadores eles ficavam a 10 metros de altura, através de um platô que também foi utilizado pela comissão de frente.

Por: Clilton Paz.

Comentários estão fechados.

Follow by Email
Instagram
Fale conosco