Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Finalmente! Prefeitura autoriza nesta terça pagamento de subvenção ao Grupo Especial e Concurso da corte do carnaval será na Cidade do samba

197

FINALMENTE!

 

Corte do carnaval do Rio de Janeiro 2018

 

A Riotur se mantém otimista com relação à realização dos ensaios técnicos em janeiro e fevereiro de 2019. Os treinos das escolas não estão confirmados no Sambódromo devido à falta de verba para viabilizá-los. O diretor de operações da entidade, Bruno Mattos, atendeu a reportagem do CARNAVALESCO para uma entrevista e afirmou que, embora difícil, mantém a esperança até o fim.

“A esperança é a última que morre. Já começamos a negociar desde o ano passado com parceiros. Mas as empresas por seus motivos acabaram revisando. Não é apenas a Light que está em conversas conosco, existem outras. A possibilidade sempre existe, mas a negociação é difícil por causa do valor”, esclareceu Mattos.

Outro ponto importante debatido com Mattos foi com relação à eleição da Corte para o Carnaval 2019. A escolha está confirmada para o fim de dezembro, mas não vai acontecer em Copacabana como chegou a ser cogitado.

“A data da semifinal será dia 21 de dezembro na Cidade do Samba para o rei e a rainha do carnaval. A escolha da corte vai acontecer no dia 27 de dezembro, também na Cidade do samba. Tínhamos a ideia de fazer no palco de Copacabana, algo diferente esse ano. Mas por uma medida de segurança decidimos manter para o local onde vem sendo feito nos últimos anos”, explicou.

O dirigente descartou mudanças na iluminação do Sambódromo para o Carnaval 2019, embora esse seja um antigo desejo da gestão da Riotur no governo de Marcelo Crivella. Segundo Mattos, apenas mediante uma parceria com empresas de grande porte a reforma estaria garantida.

“Estamos batalhando pelas melhorias do Sambódromo. Para o ano que vem a questão da iluminação não dá mais tempo. Lançamos um caderno de encargos, mas no final dessa gestão do Crivella conseguiremos entregar uma nova iluminação para o Sambódromo, pois a atual é antiga. É uma operação cara e precisamos de incentivo e parcerias com grandes empresas”, explica.

Matéria colhida Site: Carnavalesco.

 

Comentários estão fechados.

Follow by Email
Instagram
Fale conosco