Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Cariocas prestigiam Boi Garantido, em Parintins

179

Cariocas prestigiam Boi Garantido, em Parintins.

 

A maior festa folclórica do Amazonas ganhou presenças ilustres do Rio. Como o Prof. Dr. Babalawô Ivanir dos Santos, que viajou a convite do Boi Garantido, para participar do 53º Festival de Parintins.

Xande de Pilares, assim como o babalawô participaram pela 1ª vez da festa. O sambista foi levado pelo cantor Ivo Meirelles, que já está bem acostumado com a folia, esteve em outras edições, mas dessa vez, fez sua estréia na toada “Perrechés do Brasil”, chegou ao curral do Garantido e logo foi assediado para fotos e selfies, na noite de sexta.

Xande de Pilares e Ivanir dos Santos

Ivanir dos Santos foi homenageado pelos membros do Boi Garantido e apresentado como a grande surpresa desse ano. Segundo Marco Moura, produtor cultural e membro da Comissão de Arte – “Ivanir é reconhecido como um dos representantes de movimentos contra a intolerância religiosa mais renomados do Brasil, foi chamado para dar uma consultoria sobre a cultura e religião afro ao bumbá vermelho, que apresenta como tema a resistência cultural”

“Pela primeira vez Parintins vai receber um espetáculo voltado para as culturas negras, é a marca de uma grande revolução e abertura para diversidades, tolerância, respeito e alteridade. Espero ter contribuindo e retribuindo todo o carinho e dedicação da equipe do Garantido”, atestou Ivanir.

Outro grupo também saiu do Rio para participar no “bumbódromo” – bailarinos coordenados por Patrick Carvalho, criador da comissão de frente da Tuiuti no Carnaval 2018, que se apresentaram durante a toada “Consciência Negra”. Aliás, foi dos momentos mais emocionantes na arena, que contou 15 bailarinos cariocas.

A diversidade foi logo mostrada no início, quando foi entoada com música de Clara Nunes “O Canto das Três Raças’, que serviu de pontapé inicial para a celebração folclórica. Essa edição trouxe como tema o “Auto da Resistência Cultural”, contou com 2 toadas (músicas) de temática negra, com representações em formato de espetáculos: As Cores da Fé – contra a intolerância religiosa e Consciência Negra.

Matéria enviada por: Rozangela Silva

Comentários estão fechados.

Follow by Email
Instagram
Fale conosco