Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Acostumados a bailar na passarela do samba, mestres-salas participam de desfile moda afro

261

Acostumados a bailar na passarela do samba, mestres-salas participam de desfile moda afro 

 

Engajados na causa contra o preconceito e a intolerância religiosa, os mestres-salas Alex Marcelino, com 20 anos de carreira, atualmente dá expediente na Unidos da Tijuca e  Phelipe Lemos da União da Ilha, que em 2018 completa vinte carnavais no currículo, participam do desfile moda afro, do estilista Renato Bento, com a coleção confeccionada especificamente para o desfile com o tema “Resistência”, amanhã, a partir das 14h, no Centro Cultural Municipal José Bonifácio.

mestres-salas Alex Marcelino

Participar de um desfile que reafirme as nossas raízes, que trate do candomblé de uma forma natural ajuda a esclarecer as dúvidas e desmistificar algumas questões, afirma Phelipe Lemos.

A proposta do evento é reconhecer e valorizar às celebrações, saberes e fazeres dessa cultura visando incentivar o fortalecimento da identidade e da cidadania da população negra. O caminho escolhido para esta empreitada serão duas mostras culturais. Uma exposição de vestimentas de orixás e um desfile de moda afro, produzido pela produtora Emanuele Santo.

Participar deste evento é mostrar a população que a religião de matriz africana não é voltada para o mal, ressalta Alex

 

O ator Déo Garcez,  outro defensor da causa negra,  será o mestre de cerimônia. O desfile será para convidados e aberto ao público com a distribuição de senha, uma hora antes do evento.

Matéria enviada por: Angel Comunicação

Comentários estão fechados.

Follow by Email
Instagram
Fale conosco