Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

69

Nesta segunda-feira (4), o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) determinou a penhora de bens na quadra do Império Serrano, em Madureira, na Zona Norte do Rio.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”, a solicitação do juiz Daniel Schiavoni Miller é para garantir o pagamento de uma dívida que se arrasta desde 2015, no valor de R$ 70.524,18.

Foram confiscados 93 itens somente na sede da verde e branca. O autor da ação terá agora que indicar ao juízo se quer levar os bens apreendidos a leilão ou ficar com eles diretamente.

“Tentamos por inúmeras vezes um acordo amigável com o presidente da escola, Sandro Avelar, mas não houve manifestação de interesse em fazê-lo”, disse o advogado Cláudio José Pereira de Souza, que representa a parte lesada.

Através de publicação nas redes sociais, o presidente Sandro Avelar destacou que o processo é de 2015, cinco anos antes da sua diretoria assumiu a gestão da agremiação e declarou que “o Império Serrano vem sofrendo no decorrer de vários anos”. E completou: “O próximo Carnaval tem sido viabilizado através de patrocinadores e parceiros da agremiação”.

Ele também informou “que os protótipos estão prontos a bastante tempo e grande parte do material para o próximo Carnaval já foi adquirido”.

Em 2022, a escola da Serrinha vai levar para a Sapucaí o enredo “Mangangá”, pela disputa da Série Ouro.

Comentários estão fechados.

Follow by Email
Instagram
Fale conosco